CONHEÇA OS BIOTIPOS CUTÂNEOS

POR MUNDO ESTETICA

Saber avaliar corretamente os tipos de pele e suas subclassificações é ter a certeza dos resultados positivos com o tratamento mais adequado aos biotipos cutâneos avaliados.

1- PELE EUDÉRMICA: (NORMAL):

Equilíbrio quanto à secreção sebácea e sudorípara, predominante na pele da criança e bem jovem.
Características: Pele lisa, firme, boa elasticidade, ótima circulação, hidratação equilibrada, secreção normal.
Cuidados: Não estimular as secreções, manter a hidratação e a normalidade da pele.
Orientação: Proteção diária contra agentes externos como o sol, frio e poluição.
Influência: Hereditariedade, juventude, saúde e bons hábitos.

Óstios: finos
Espessura: normal
Coloração: normal
Textura: normal
Brilho: natural

2- PELE ALÍPICA (SECA): 

Predominância idosos e em europeus e seus descendentes. Apresenta desequilíbrio do teor em água na camada córnea, secreção sebácea insuficiente.
Características: Fina, sensível, opaca, óstios (poros) foliculares diminutos, opaca, descamação e linhas superficiais.
Cuidados: Desenvolver a maciez e elasticidade com medidas preventivas e protetoras.
Orientação: Reforçar hidratação.
Influências: Climáticas como sol, vento seco, frio, produtos alcalinos, loções alcoólicas, higienização inadequada, banhos quentes, alguns medicamentos, idade, saúde, pós menopausa e regimes severos.
Alterações observadas: Tendência a descamação, rugas, manchas, flacidez de pálpebras e pescoço, falta de viço e elasticidade.

Óstios: Muito finos
Espessura: Fina
Coloração: Normal
Textura: Suave ao tato
Brilho: Opaco

3- PELE MISTA:

Mais frequente em Brasileiros e muito confundida com pele oleosa.
Características: Óstios (poros) visíveis e oleosidade na zona T (nariz, queixo, testa) e laterais da face. As outras regiões podem ser normais ou alípicas.
Cuidados: Diferenciação no tratamento cosmético.
Orientação: Controlar a oleosidade na região centro facial e proteção contra agentes externos.
Influências: tratamento cutâneo diário inadequado.
Óstios: Profundos e visíveis na zona T e laterais e pouco visível no restante do rosto.
Espessura: Normal – região médio facial – zona T – mais espessa.
Coloração: Normal
Textura: Suave
Brilho: Normal (mais intenso na zona T)

4- PELE LIPÍDICA (OLEOSA):

Mais frequente em cidades de clima muito quente.
Características: Hiper secreção das glândulas sebáceas, orifícios pilosebáceos dilatados, aspecto brilhante, comedões abertos e/ou fechados, tendência à acne.
Cuidados: Controlar secreção sebácea e o excesso de queratinização, prevenir cicatrizes.
Orientação: Higienização diária, afinamento e formas cosméticas adequadas.
Influências: Desequilíbrios hormonais, puberdade, estresse, calor excessivo.
Óstios: Profundos e visíveis
Espessura: Espessa
Coloração: Normal
Textura: Mais áspera ao tato
Brilho: Intenso

Antes de realizar qualquer procedimento é necessário observar as características da pele do cliente, definindo o biotipo cutâneo fazendo um exame visual, palpação e lupa.

Referências:
MARINI, Lígia, Curso didático de estética, vol.2, 2008, São Paulo, SP, Editora Yendis.