FOTODEPILAÇÃO COM LUZ PULSADA

POR JESSICA CARBONELLI

Luz pulsadaLuz intensa pulsada (L.I.P) ou Intense Pulsed Light Source (I.P.L) é um equipamento estético que utiliza uma luz intensa de disparo de flashes, possuindo variadas aplicações, entre elas a fotoepilação (conhecida popularmente como fotodepilação, depilação prolongada e progressiva), além de promover tratamentos de foliculitehipercromiasacnerejuvenescimento não ablativo, rosáceatelangiectasias e estrias.

Quer saber mais sobre luz pulsada? Indicações, contraindicações, modo de uso: CLIQUE AQUI
Veja também: 15 dicas de como aplicar a luz pulsada com segurança: CLIQUE AQUI

PELOS

 Os pelos crescem em ciclos não sincronizados, ou seja, cada pelo entra em fase do ciclo de crescimento em um momento diferente.

Existem três fases do ciclo de crescimento do pelo:

Anágena: Dura de 2 a 6 anos
Catágena: Dura em média 3 semanas
Telógena: Dura em média de 3 a 4 meses

Foto depilação

  • Fase anágena: é a fase de crescimento da matriz, com rápida proliferação de células. Essa fase é o alvo do tratamento por luz pulsada, pois, com a rápida divisão celular.
  • Fase catágena: é a fase de transição entre a anágena e a telógena, caracterizada pela atrofia do folículo,
  • Fase telógena: é a fase em que o pelo se desprende e o folículo entra em repouso

luz pulsada responde melhor com maior agilidade em para fotodepilação em peles mais claras e pelos mais escuros e grossos. Antes de efetuar o procedimento com luz pulsada, é necessário avaliar a pele e o fototipo de acordo com a Classificação de Fitzpatrick. Saiba mais sobre esta classificação CLICANDO AQUI

COMPRIMENTO DE ONDA

Pelos finos e superficiais: em torno de 550 nm a 750 nm;
Pelos mais grossos: em torno de 750 nm a 1.100 nm.

Quanto menor o fototipo, mais energia poderá ser utilizada no tratamento e, quanto maior o fototipo, menos energia deverá ser utilizada, a fim de evitar queimaduras e manchas.

INDICAÇÕES PARA FOTODEPILAÇÃO

Fototipos I e II: filtros de 590 nm a 1.200 nm
Fototipos III e IV: 640 nm a 1.200 nm
Fototipos V e VI: 750 nm a 1.200 nm

Inicialmente os intervalos devem ser de 21 a 30 . Após a terceira ou quarta sessão, recomenda-se aumentar os intervalos entre as sessões, passando de 30 dias para 45 ou 60 dias. Para obter maiores chances de atingir a fase do pelo adequada e não causar efeito rebote ou falta de resultados.

 

DICAS PARA EVITAR COMPLICAÇÕES

  • Faça a avaliação detalhada da pele do cliente.
  • Coloque os parâmetros adequados na máquina de acordo com o fototipo e espessura do pelo avaliado.
  • Não faça marcações com lápis escuros (utilize apenas lápis branco)
  • A pele do local a ser tratado deve estar totalmente limpa sem maquiagem, cosméticos, oleosidade, sujeiras e etc.
  • Proteja lesões, pintas e regiões que não devem ser tratadas com micropore
  • Utilize Gel Gelado (mesmo se o equipamento possuir resfriamento para a aplicação, para garantir a redução de riscos de queimadura e manchas)
  • Aplique a luz pulsada em pequenas áreas por vez

A aplicação da luz pulsada deve ser realizada por profissionais de estética e saúde com habilidade e capacitação para tal função. Não deve ser aplicada sem conhecimentos prévios de pele, estética e treinamentos específicos sobre o aparelho.

Quer saber mais sobre luz pulsada? Indicações, contraindicações, modo de uso: CLIQUE AQUI
Veja também: 15 dicas de como aplicar a luz pulsada com segurança: CLIQUE AQUI

Referências:

RAULIN, C. et al. Effective treatment of hypertrichosis with pulsed light: a report of two cases. Plastic Surgery
PIROLA, F. M.; GIUSTI, H. H. K. D. Luz intensa pulsada, 2010. In: BORGES, F. S. Dermato-funcional: modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas. 2. ed. São Paulo: Phorte, 2010