RADIOFREQUÊNCIA E PRESSOTERAPIA

POR MUNDO ESTÉTICA

Pressoterapia

drenagem linfática é uma massagem suave e lenta, que ajuda a reduzir a retenção de liquido no corpo e diminui os inchaços, auxiliando assim na redução da celulite e no aparecimento de varicosidades. Os efeitos fisiológicos da drenagem são vários, inclusive o aumento e a reabsorção de proteínas, promovem a desintoxicação dos meios intersticiais, aumenta a velocidade da linfa, relaxa a musculatura, beneficia a filtração e a reabsorção de proteínas nos capilares linfáticos, auxilia na distribuição de hormônios e medicamentos no organismo, acentua a defesa imunológica entre outras (ELWING, 2010).

A pressão mecânica da massagem elimina o excesso de líquido e diminui a probabilidade de fibrose, expulsando o líquido do meio tissular para os vasos venosos e linfáticos. A drenagem linfática é uma função normal do sistema linfático. Mas, se por algum motivo, essa drenagem for insuficiente, deve ser auxiliada por meios externos. Portanto, a drenagem pode ser realizada de quatro maneiras: manual, corrente galvânica, eletroestimulação sequencial e pressoterapia.

pressoterapia é um método fisioterapêutico que utiliza uma massagem pneumática na direção do fluxo circulatório, ativa o retorno venoso e é normalmente utilizado em insuficiências venosas, amputações de extremidades, comprometimentos linfáticos, entre outros. (BORGES, 2010).

 

pressoterapia ocorre por hidrodinâmica, uma maneira mais simples de drenar um conduto deslocando o fluido no mesmo sentido do fluxo, exercendo a pressão no trajeto desse. De que forma isso ocorre? Qualquer tipo de compressão externa que promova um diferencial de pressão entre as extremidades pode deslocar o fluido contido num duto, o que pode ter como resultado final a redução da pressão no seu interior e, assim, a facilitação da entrada de novo conteúdo por diferença de pressão.

INDICAÇÕES:
– Celulite
– Obesidade
– Linfedema pós- mastectomia
– Pós cirurgia plástica (lipossucção/lipoescultura)
– Prevenção de TVP – trombose venosa profunda

CONTRA-INDICAÇÃO
– TVP (trombose venosa profunda)
– Infecções nas pernas ou áreas tratadas
– Doença cardíaca (do coração)

Para maiores informações sobre estes aparelhos acesse: www.dgmeletronica.com.br